AssaltoCasos de PolíciaDenunciaOperação PolicialPrisão

A vida boa da loira acusada de roubar a lotérica onde trabalhava

Uma casa lotérica foi assaltada perto da divisa de Volta Redonda com Barra do Piraí RJ – distrito Califórnia.

Suspeita de envolvimento com o roubo, a funcionária Mayane de Paula de 26 anos, passou após o assalto a viver uma rotina de ostentação. Só no hotel de luxo no Leblon, pagou diárias de 1.400,00.

O casal comprou carro, frequentava restaurantes caros, joias. Ela continuou trabalhando na lotérica como se nada tivesse acontecido.

O assalto foi em junho deste ano, o namorado teria feito praticado o crime arquitetado por eles, levando 165 mil reais. Segundo disse o delegado Rodolfo Atala, de Barra do Piraí, a mulher presa era funcionária da lotérica e combinou o roubo com o namorado.

As prisões ocorreram hoje (3) nos bairros Água Limpa Mayane de Paula e Belo Horizonte Fabrício Athayde.

Fabricio estava sempre na comunidade do Vidigal na zona sul do Rio de Janeiro, ao lado do bairro Leblon cujo o metro quadrado dos imóveis é um dos mais valorizados do Brasil.

Ele teria hospedado com Mayane em uma ocasião no bairro em uma suite do 5 estrelas Sheraton de frente ao mar. Tudo era pago em dinheiro.

Tanto ele como ela ficaram em outos hoteis caros do Leblon, Ipanema e Angra dos Reis.

Fabrício tem uma lanchonete no Vale Verde em Volta Redonda RJ.

O momento de ostentação acabou hoje (3) pela manhã para os dois.

A pena pode chegar até 15 anos.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo