Casos de PolíciahomicídioinvestigaçãoOperação PolicialPrisão

Acusado de matar jovem em Parada LGBTQIA+, em Niterói, foi denunciado. Veja a dinâmica do crime

Veja como ocorreu a dinâmica que levou ao assassinato de Luiz Henrique de Lima Cardoso, de 22 anos, durante a a 16ª edição da Parada do Orgulho LGBTQIA+, em Niterói, no domingo passado. Matheus de Souza Cardoso, acusado do crime, segue foragido.

 Narra a denúncia que, no dia 08 de agosto de 2022, por volta das 20 horas, na Avenida Jornalista Alberto Francisco Torres, bairro Icaraí, município de Niterói/RJ, Matheus desferiu várias facadas no corpo da vítima causando-lhe lesões que foram a causa eficiente da sua morte. 

O crime teria sido praticado por motivo fútil, ou seja, tudo teria se iniciado com um esbarrão da vítima no denunciado, que provocou a abordagem agressiva de Matheus, e ocasionou agressões mútuas, não havendo desfecho mais grave em virtude da intervenção de um rapaz.

 Posteriormente, entretanto, ao se reencontrarem e reiniciarem a discussão seguida de nova briga, o denunciado agrediu imotivadamente a vítima com várias facadas, conduta eivada ódio, dando causa à morte da vítima. 

A ação, ademais, teria se dado por meio de recurso que tornou impossível a defesa da vítima, já que a ação ocorreu de inopino, surpreendendo Luiz Henrique, que não teve a mínima chance de se defender. 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo