Casos de PolíciaComando VermelhoGuerra entre facçõesinvestigaçãoOperação PolicialPrisãoTerceiro Comando Puro

Adolescente e bandidos presos entregaram todos os envolvidos na guerra pelo controle do Morro do Estado (CV x TCP). Justiça decretou a prisão de 36. Veja todos os vulgos

A prisão de um adolescente e de integrantes do tráfico de drogas fez com que a Justiça e a polícia montasse o quebra-cabeça da recente guerra pelo controle do Morro do Estado, em Niterói.

Os suspeitos presos teriam optado, em sede policial, por colaborar com a justiça detalhando a estrutura hierárquica e a identificação dos principais integrantes do tráfico de drogas que participariam diretamente e indiretamente do confronto armado na região central do município.

Ainda conforme o inquérito policial, no decorrer do itinerário investigatório, demais integrantes da associação criminosa teriam sido identificados, bem como suas respectivas funções na mercancia de drogas.

Com isso, a Justiça decretou a prisão preventiva de 36 suspeitos de envolvimento com essa guerra. A relação tem nomes conhecidos da polícia como Rabicó do Salgueiro, Pedro Bala ou Urso do Complexo da Penha, Formigão e Capilé do Complexo de Acari, Pixote de São Gonçalo, Bill e TH do Complexo da Maré, Anão do Estado, além de outros dos vulgos de Boladinho, Denis Drogadão, Cavalinho, Canibal, Dinho, Bebel, Gustavinho, Betão, Teko, Mosquito, Xandão, Batatinha, Borel,  Cem Mil, Daka, Setenta, MK,  Robinho do Estado, Canelão,  Cabeça,  Ricardinho,  LC, De Fuga, ML, Bogó, Skatista ou Jacó, além de um outro bandido chamado Jefferson, sem apelido.  

O Complexo do Estado, formado pelas comunidades do Estado, Arroz e Chácara, esteve no meio de uma disputa entre as facções criminosas Comando Vermelho e Terceiro Comando Puro (TCP). O TCP invadiu, tomou e acabou sendo expulso mas o clima de tensão continua.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo