Casos de PolíciaComando VermelhoGuerra entre facçõesmorte em confrontoNotíciasOperação PolicialTiroteio

As baixas do CV no confronto no Juramento e as homenagens a Titio Rolinha

Operação do 41º BPM (Irajá) dentro do Morro do Juramento em Vicente de Carvalho, ocasionou num desfalque considerável na hierarquia maior da comunidade, abatendo figuras conhecidas da cúpula do CV.

Traficante de vulgo Peppa, um dos seis mortos hoje na operação policial no Morro do Juramento . Ele seria um dos segurança do traficante Titio Rolinha, que também foi morto em confronto com a policia.

peppa

Diogo Lopes Lacerda, conhecido como Mucefim, apontado como gerente do tráfico do Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, na Zona Norte do Rio, também teria morrido em confronto com policiais militares do 41º BPM.

mucefim

Chefe no Juramentinho, Helveton Nascimento Júnior, o Bad Boy, também morreu no confronto. Ele patrocinava bondes nas invasões da Teixeiras, Santa Maria e Jordão na Taquara na zona oeste. Participava dos lucros nas bocas do Engenho da Rainha.

bad boy

Renato da Costa Júnior, vulgo “Renatinho do Jacaré”, de 32 anos, foi outra baixa. Ele estava atualmente, na condição de Evadido do Sistema Penitenciário, por ter empreendido fuga do estabelecimento em que se encontrava recolhido, estaria entre os baleados na operação, e estaria sob custodia no hospital.

Segundo informações, ele estaria controlando ponto de drogas no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, Zona Norte do Rio, e costuma circular de colete a prova de balas e vários seguranças pelo morro. Mas costuma circular também pelo Morro do Alemão.

Contra ele constava um Mandado de Prisão, expedido pela VEP – Vara de Execuções Penais, 900082567-92, com validade até 2037, pelo crime de Evasão.

Após o confronto entre policiais militares e traficantes do CV e TCP, um traficante foi preso e está sob custódia no Hospital Estadual Getúlio Vargas desde o início da noite de quinta-feira (1º). Marcelo Bastos Fernandes, vulgo ‘Ratinho’, atuava no tráfico lidando diretamente com os seis homens mortos na ação. Ratinho foi preso junto com Titio Rolinha em 2011 e também teria sido solto com o mesmo benefício concedido ao chefe do tráfico, mas não retornou para a cadeia

Pode ser uma imagem de 1 pessoa e texto

Veja o que o Comando Vermelho está preparando para homenagear Titio Rolinha.

img 20221203 wa0017

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo