Casos de PolíciaDenunciainvestigaçãoNotíciastráfico de drogas e armas

Brasil é o segundo país com mais presos por tráfico de cocaína na Europa nos últimos anos

Segundo a matéria divulgada na página, entre 2018 e 2020, foram capturados no Velho Continente 257 brasileiros por esse tipo de crime, só perdendo para suspeitos de nacionalidade albanesa, que tiveram 266. A Colômbia vem em terceiro, com 168.


Uma das razões para o grande número de prisões de brasileiros é a aliança entre a máfia italiana Ndrangheta e criminosos do Primeiro Comando da Capital (PCC). Isso tem permitido se manter no controle de uma das rotas da cocaína mais confiáveis, que parte do Porto de Santos.


A Ndrangheta desempenha papel importante na distribuição de cocaína para outros mercados europeus como Alemanha, Bélgica, Áustria, Bulgária, Grécia e Suíça.

Além disso, há também a capacidade dos traficantes albaneses de estabelecer contatos diretos na América Latina. Desde 2012, os criminosos daquele país consolidaram influência no Brasil, como também na Colõmbia, Venezuela e Equador.  

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo