Casos de PolíciaDenunciaOperação PolicialPrisão

Capetinha da Cidade de Deus (CV) é preso dentro de shopping em Bangu com ajuda do Disque Denúncia

Policiais Civis da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA-RIO), munidos de dados de investigação do Setor de Inteligência e com o apoio de informações do Disque Denúncia, estiveram, no início da tarde de hoje (13), no Shopping Bangu, na Zona Oeste do Rio, conseguindo localizar o foragido da Justiça R.M.S., conhecido por “Capetinha”, no momento em que ele chegava com familiares na Praça de alimentação do centro comercial.

De acordo com a Polícia, contra ele – nos dias de hoje, já maior de idade – dois mandados de busca e apreensão, expedidos pela Vara da Infância e Juventude, pelos crimes de Homicídio e Organização Criminosa, além de um mandado, expedido pela Vara de Execuções de Medidas Socioeducativas, pelos crimes de Tráfico e Associação para o Tráfico.

Ainda segundo os agentes, dados de inteligência, obtidos pela DPCA-RIO, apontam que ele é o responsável por gerenciar uma das bocas de fumo em uma localidade conhecida como “Apês”, na Cidade de Deus.

Continue denunciando a localização de criminosos e foragidos da Justiça na central 21.2253 1177, no WhatsApp dos Procurados 21.98849 6099 ou pelo aplicativo “Disque Denúncia RJ”.

Em ambos os canais o anonimato é garantido.

Ainda menor de idade, Capetinha adquiriu a confiança da alta hierarquia da facção criminosa que domina a Cidade de Deus, em razão de participar ativamente do tráfico de drogas no local desde os seus doze anos de idade.

Ele ecebeu essa alcunha de outros traficantes devido a violência e agressividade com que atuava no tráfico de drogas da comunidade, portando, além de um fuzil, uma pistola automática calibre .40 (com kit para rajada).

Em uma das ocasiões em que foi preso, “CAPETINHA”, após intensa troca de tiros com policiais militares, acabou sendo cercado e capturado, portando um fuzil, uma pistola 9mm, farta quantidade de material entorpecentes, além de um rádio transmissor. Na mesma situação, um de seus comparsas acabou sendo baleado pelos policiais e veio a óbito.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo