Baixada FluminenseCasos de PolíciaNova Iguaçu

Chefe de milícia em Nova Iguaçu é envolvido em pelo menos três homicídios

Mario Barbosa Marques Júnior, o Van Damme ou Juninho da Rodolfo, é apontado como chefe de uma milícia que seria responsável por diversos homicídios em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

A quadrilha atua especificamente nos bairros de Miguel Couto e Genenciano extorquindo moradores e explorando serviços clandestinos de água, gás e TV a cabo.

Processos na Justiça revelam homicídios em que Van Damme teria envolvimento.

Em 2018, ele e mais dois homens teriam atacado a tiros duas pessoas. Uma morreu e teve o corpo carbonizado e a outra sobreviveu mas também foi queimado.

O sobrevivente, mesmo com os ferimentos, contou que suspeita que o mesmo grupo teria matado o seu irmão em 2016.

Em 10 de abril de 2015, em Ambaí, Van Damme e comparsas foram acusados de efetuar disparos de arma de fogo contra Marlon Henrique de Oliveira e Diego dos Santos Pestano, que morreram. Os suspeitos chegaram pergutando quem é Diego que, por sua vez, teria dito: “Pelo amor de Deus, não faz nada comigo. O rapaz estava com o filho pequeno no colo quando foi atacado. O crime foi praticado a pretexto de serviço de segurança, visto que teve como motivação o fato das vítimas figurarem como autores de um roubo contra um salão de beleza na localidade, sendo a proprietária do estabelecimento, mulher de Van Damme.

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo