Amigo dos AmigosCasos de PolíciaDenunciahomicídiosinvestigaçãoOperação PolicialTerceiro Comando PuroViolência

Chefe do tráfico preso recebeu via celular fotos de três jovens capturados por comparsas e deu ordem para matá-los em Campos

 Segundo informações da Justiça, mesmo preso, o traficante Maurício Côrrea da Silva, o Neném, recebeu via celular fotos de três jovens e autorizou que eles fossem executados entre os dias 4 e 5 de junho na localidade de Travessão, em Campos dos Goytacazes, fato que teve grande repercussão na cidade.


Respondem pelo crime, além de Neném, os bandidos conhecidos pelos vulgos de Thiago Babuíno, Grande, Júlio Bala, Bebezão e LZ.


Foram vítimas Sávio Bryan Rosa Ribeiro, Matheus Fernandes Carvalho e Marlon Rodrigues Pereira. 
De acordo com as informações dos autos, os cinco suspeitos cumpriram a ordem de Neném de executar as vítimas com disparos de arma de fogo, 


 Segundo a denúncia, as vítimas transitavam pela localidade de Guarus a bordo de um veículo GM Meriva, cor prata, placa ALZ0G91, em direção à “Comunidade da Chatuba”, situada no Parque Lebret, quando teriam entrado por engano no bairro Santa Helena, local de tráfico de entorpecentes estabelecido pela facção criminosa “TCP”. 


A Justiça alega que, de acordo com testemunhas, as vítimas seriam associadas ao tráfico de drogas do KM 14, situado na localidade de Travessão de Campos, estabelecido pela facção “ADA”, e ao entrarem no bairro “rival” teriam sido reconhecidas e capturadas pelos  comparsas de Neném. 


Os denunciados teriam fotografado as vítimas e teriam enviado, via telefone celular, para o chefe da facção “TCP” do local”, para que este julgasse seus destinos. Segundo a exordial, o denunciado Maurício Neném, mesmo preso, teria ordenado a execução das vítimas, uma vez que elas seriam supostamente associadas à facção criminosa rival “ADA”. 


Os comparsas, obedecendo a ordem emitida pelo denunciado “Maurício Neném”, teriam transportado as vítimas até um aceiro de cana situado às margens da BR 356, sentido Campos x Italva, nas proximidades do “Frigorífico Fricampos”, Parque Aldeia, e lá teriam realizado a execução mediante disparos de arma de fogo.


O veículo utilizado pelas vítimas, foi abandonado no trevo situado na BR 356, que liga a Estrada do Periquito à localidade de Travessão e dá acesso à localidade de Sapucaia.


Os familiares das vítimas, preocupados com o “sumiço”, registraram ocorrência em sede policial, divulgaram fotografias em sites e redes sociais e acionaram a polícia militar, que iniciou as diligências e localizaram o local no bairro Parque Santa Helena, onde as vítimas teriam sido capturadas e fotografadas pelos suspeitos.

No dia 05/06/2021, a polícia militar foi acionada a comparecer as margens da BR 356, sentido Campos X Italva, nas proximidades do “Frigorífico Fricampos”, Parque Aldeia, nesta Comarca de Campos dos Goytacazes/RJ, e lá localizou os cadáveres das vítimas, que estavam com mãos e pés amarrados . 


No citado local, os agentes responsáveis pela ocorrência teriam avistado dois indivíduos prestes a jogar gasolina e atear fogo nos corpos das vítimas, mas, diante da surpresa e da chegada dos PMERJs, os homens teriam conseguido fugir correndo pelo canavial, tomando local incerto e não sabido .


Contudo, na sequência das investigações, os denunciados Bebezão e Júlio Bala OMAR foram apontados como os homens que tentaram atear fogo nos corpos das vítimas e que haviam fugido, bem como, ouvindo moradores da comunidade, que não quiseram se identificar por medo de represálias dos traficantes da localidade

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo