Cinco dos seis suspeitos (CV) de invadirem UPA de Macaé para matar homem já estão presos

Seis suspeitos de invadirem uma UPA em Macaé, no Norte Fluminense, em outubro do ano passado para tentar matar um homem foram denunciados e respondem a processo que tramita na 1ª Vara Criminal do município. Todos eram ligados ao Comando Vermelho (CV). Cinco estão presos.  


Conforme os autos, os denunciados, na companhia de um adolescente, além de iniciarem uma tentativa de linchamento da vítima – que conseguiu se desvencilhar e correr para UPA do bairro Aeroporto – invadiram a unidade de saúde, durante a madrugada, causando terror e pânico entre os funcionários, pacientes e acompanhantes, .

Há relatos de diversos suspeitos perseguindo a vítima, no interior da unidade de saúde, munidos de pedaços de madeira e pedras, arrombando portas e ameaçando àqueles que estavam no local dizendo que ´matariam geral´, se não informassem onde a vítima havia se escondido.


Consta no procedimento que a polícia foi acionada e ao chegar ao local a vítima se entregou, estando escondida embaixo de uma ambulância, o que a livrou do linchamento. 


A vítima sobrevivente teve que mudar de endereço com medo de represálias.