Casos de PolíciaComando VermelhoDenunciaGuerra entre facçõesmilícia

Com ameaça de nova invasão do CV, milicianos teriam decretado toque de recolher em complexo da Praça Seca, aponta denúncia. PM diz que tem companhia destacada no bairro para impedir ação de criminosos

Após a invasão do Comando Vermelho ontem e a ameaça feito em áudio pelo traficante Tiriça, os milicianos teriam ordenado um toque de recolher a partir das 15h em todo o Complexo da Chacrinha na Praça Seca.

O conjunto de comunidades compreende o Morro da Chacrinha, Morro da Chácara, Morro do Túnel, Urucaia, Morro do São Marciano, Morro do Coqueiro e Morro do Calango.

Os paramilitares tambêm instalaram barricadas na Urucaia, principal acesso da Chacrinha para o Valqueire

Procurada para falar sobre o fato, a PM informou que

Desde 2018, há em funcionamento a Companhia Destacada do 18º BPM na Rua Cândido Benício, a principal via de circulação que cruza a Praça Seca. São 14 viaturas, 185 homens e uma cabine empregados nesse ponto estratégico de distribuição do policiamento na região, visando impedir o cruzamento de grupos criminosos pelas vias daquele perímetro urbano.

Também foram instaladas quatro bases avançadas do 18º BPM – uma localizada na Comunidade do Bateau Mouche e outras três no Morro do São José Operário (nas localidades da Igrejinha, do Rabo da Gata e do Rodo) – que foram distribuídas de forma estratégica para reprimir diretamente as tentativas desses grupos de se deslocarem pelas comunidades.

Vale ressaltar que também temos o Programa Jacarepaguá Presente, que intensifica o policiamento nas áreas de maior comércio e grande presença de pedestres de Vila Valqueire, Freguesia, Taquara e Praça Seca, aliado ao Programa Bairro Presente, atuante na Av. Embaixador Abelardo Bueno e também na Freguesia e Valqueire, que visa estabelecer uma relação de proximidade com os moradores e comerciantes locais.

Com informações do Direto do Miolo

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo