apreensãoCasos de PolíciamilíciaNotíciasOperação PolicialPrisão

Comerciantes do Cabuçu, Brejinho e Itápolis, em Campo Grande, também sofriam com a ação dos milicianos. Até brechó tinha que pagar a taxa

A estradas do Cabuçu e do Brejinho e a Rua Itápolis, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, são outros pontos em que milicianos submetem comerciantes a pagarem as forçadas taxas de segurança.

A área, como todo mundo imagina, é comandada pelo grupo de Luís Antônio da Silva Braga, o Zinho. Ali especificamente, era controlada por Latrell, preso este ano, em São Paulo.

As cobranças começam a partir das 10h00min até as 18h00min.

Policiais viram três milicianos estavam cobrando os comércios da Estrada do Cabuçu em um Ford K de cor branca.

Os agentes viram os suspeitos fazendo cobrança em bar, oficina, borracharia, padaria, barbeiro, brechó  

Foram pegos com ele R$ 315, 00 em espécie fruto das extorsões, uma folha com as anotações dos comércios que os milicianos passavam cobrando os comércios da Estrada do Cabuçu e do Brejinho, cinco telefones celulares utilizados pelos criminosos.

O veículo tratava-se de produto de roubo na área da 32ª DP – Taquara (RO 032-09569/2021).

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo