apreensãoCasos de PolíciaComando VermelhoOperação PolicialPrisão

Como Dão da Providência (CV) escapou de cerco policial no Centro do Rio

O chefão do tráfico no Morro da Providência, Evanílson Marques da Silva, o Dão, escapou de ser preso em um cerco policial feito na Avenida Trinta e Um Março, no Centro do Rio, em fevereiro deste ano.

Dão foi reconhecido pelos policiais civis como sendo um dos bandidos que trocou tiros com eles mas conseguiu fugir. Na ocasião, cinco bandidos foram presos, entre eles DoisBC, segundo na hierarquia do tráfico na Providência.

   Na ocasião, policiais civis da 24º DP se dirigiram à Avenida Trinta e Um de Março, na Estácio, para monitorar possível deslocamento de integrantes da facção criminosa conhecida como ´Comando Vermelho´, que estariam no veículo VW NIVU.Quatro agentes se deslocaram na viatura descaracterizada VW Voyage, enquanto outros dois conduziam uma viatura caracterizada. 

Avistado o carro indicado, os policiais da viatura descaracterizada acionaram aqueles que ocupavam o outro veículo oficial, os quais teriam a função de efetuar o bloqueio da via, tendo percebido que outros veículos faziam a escolta do VW NIVUS. 

Quando a rua pretendida foi fechada, os integrantes do veículo VW NIVUS e os denunciados, que ocupavam os veículos Hyundai Creta e Honda Civic, efetuaram disparos de arma de fogo contra os policiais, que revidaran, porém tal ação criminosa impediu as prisões de três suspeitos, entre eles Dão.  Os policiais interceptaram o veículo Honda Civic, no qual estavam DoisBC e quatro comparsas que foram presos em flagrante, tendo os demais fugido, o que resultou na apreensão dos veículos Hyundai Creta e Honda Civic, dentro deste último carro, foram apreendidas as armas, munições.


 O Ministério Público Estadual ofereceu denúncia contra Dão, DoisBC e outros seis bandidos da Providência pelo episódio.

Segundo a acusação, cabia a DoisBc Cabia ao denunciado DAVID exercer a função de ´frente do tráfico´, pessoa que ocupava a segunda posição na hierarquia do Comando Vermelho, facção que atua no local e aos demais denunciados exercer a função de seguranças repelindo a aproximação de agentes da lei e de facções de drogas rivais, mediante a utilização de armas de fogo e artefatos explosivos.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo