Casos de PolíciaComando Vermelhoinvestigaçãomorte em confrontoOperação PolicialPrisãoTiroteio

Confira mais informações sobre feridos e mortos na operação do Alemão (CV)

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol) informa que 13 dos 18 mortos na operação do Complexo do Alemão já foram identificados. O processo de identificação dos demais está em andamento no Instituto Médico Legal (IML).

Na operação, foram apreendidos um (01) fuzil metralhador .50, quatro (4) fuzis, duas (2) pistolas, nove (9) carregadores de fuzil, 56 artefatos explosivos e grande quantidade de drogas.

A investigação está em andamento na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), que ouve agentes e testemunhas. As armas estão sendo apreendidas para perícia.


Identificações:

1. Cabo PM Bruno de Paula Costa – policial militar da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Nova Brasília;
2. Letícia Marinho de Salles – sem anotações criminais.

Criminosos que participaram do confronto:

1. Anderson Luiz Bezerra Fonseca, vulgo Andinho – 2 anotações por tráfico de drogas.
2. Gabriel Farias da Silva – 6 anotações criminais por tráfico, associação ao tráfico de drogas, homicídio, resistência e roubo. Possuía um mandado de prisão pendente.
3. Marcos Paulo Nascimento da Silva – sem anotações criminais
4. Bruno Neves Leal – 2 anotações criminais por tráfico e associação ao tráfico de drogas. Evadido do sistema penitenciário e com um mandado de prisão pendente.
5. Fernando Nascimento da Silva, vulgo Feio – 2 anotações criminais por tráfico de drogas e porte de arma de fogo de uso restrito.
6. Emerson de Souza Teixeira, vulgo 2D ou Familhão – 7 anotações criminais por tráfico e associação ao tráfico de drogas, dano qualificado, resistência e porte ilegal de arma de fogo.
7. Wellington Moura da Silva Júnior, vulgo Zoinho – anotação criminal quando era menor, por furto.
8. Diego Barbosa da Silva, vulgo DG – uma anotação criminal por tráfico de drogas.
9. Roberto de Souza Quimer – 2 anotações criminais por tráfico e associação para o tráfico de drogas.
10. Luiz Cláudio Rozendo Lopes Júnior – sem anotações criminais.
11. Bruno Luiz Soares da Silva – 2 anotações criminais por tráfico e roubo.

Preso:
1. Hideraldo Alves, vulgo Esquilo ou Doido – criminoso foragido do Estado do Pará. Socorrido com a identidade falsa de Adriano Castro Pires. Foi reconhecido e preso após trabalho de inteligência. Ele é suspeito de ter participado do assalto à uma joalheria no shopping Village Mall.

Ferido:
1. Lorran Teles Santos – sem anotações criminais.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo