Casos de PolíciaDenunciainvestigaçãoOperação Policial

Confira os crimes do serial killer de Brasília

Lázaro Barbosa Souza, 33 anos, se tornou notícia no início desta semana e está aterrorizando os moradores no entorno de Brasília. Lázaro é suspeito de matar uma família no Distrito Federal e já passou a ser chamado nas redes sociais de “serial killer do DF.”

De acordo com as notícias que estão sendo veiculadas na internet Lázaro é o suspeito de invadir a casa de uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, na quarta-feira (9) e de ter matado Cláudio Vidal, de 48 anos, e os dois filhos, Gustavo Vidal, de 21, e Carlos Eduardo Vidal, de 15. Os três foram encontrados com marcas de tiros e facadas. A esposa de Cláudio, Cleonice Marques, 43, foi sequestrada e seu corpo só foi encontrado na tarde de sábado, em um córrego próximo a Sol Nascente, na Ceilândia.

No dia seguinte, Lázaro Souza também teria entrado armado em uma residência que fica a 3 km de distância da chácara onde cometera os três assassinatos. Rendeu o caseiro, o dono da chácara e a filha dele. Obrigou a mulher a fazer almoço, assistiu ao jornal na TV, comentou sobre o assassinato e depois fugiu levando mais de R$ 200,00, celulares, jaqueta e carregador de celular.

Na sexta, o homem faz mais um refém e rouba um carro em Ceilândia, no DF, e vai para a cidade de Cocalzinho (GO), onde incendeia o veículo. Lázaro entrou na fazenda de Cocalzinho, a cerca de 110 km da Capital Federal na tarde de sábado e manteve o caseiro como refém, obrigando-o a cozinhar e fumar maconha. Lázaro teria ainda ingerido bebida alcóolica, destruído o carro do rapaz e cortados os fios de wi-fi.

Por volta das 19h, invadiu outra residência, baleou três pessoas, roubou duas armas e munições. Às 23h30, policiais foram acionados para uma ocorrência de incêndio em uma residência na região. A vítima diz que Lázaro ateou fogo na casa.

A PCDF, por meio do Instituto de Identificação/DPT, através de seu Laboratório de Representação Facial Humana, divulgou a projeção de disfarce de Lá-zaro Barbosa de Sousa, autor de diversos crimes praticados ao longo dos últimos dias.

A corporação solicita que a população possa lhe ajudar na sua localização. As denúncias podem ser feitas através do Disque Denúncia 197 e contam com sigilo absoluto.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo