Amigo dos AmigosCasos de PolíciahomicídiosinvestigaçãoNotícias

Confira os homicídios detalhados de Samuca da Nova Holanda (ADA)

Samuel Miranda dos Santos, o Samuca, é um criminoso sanguinário que aterrorizava Macaé.

Em  28/01/2020, por volta da 20h:30 min, na Rua Maria Braga Lima Dias, bairro Alto dos Cajueiros (Morro do Carvão), estava ocorrendo uma festa de aniversário na calçada, quando um veículo marca Hyundai, modelo HB20, cor prata, vidros escurecidos, parou e dele desembarcaram três indivíduos portando armas de fogo, ficando o condutor em seu interior. 

Em seguida, tais indivíduos passaram a efetuar diversos disparos contra as pessoas que estavam na rua. Cessados os disparos, os elementos embarcaram novamente no veículo que permaneceu aguardando e evadiram-se, tomando rumo ignorado.

Das pessoas que foram alvejadas, Mismerson Edaurdo Generoso Pereira, Gabriel Feitosa Vicente Ferreira e Pauo Vinicius Generoso Ferreira morreram na hora. Alex Luiz Magalhães de Oliveira faleceu no hospital. E outras cinco atingidas sobreviveram.

Os sobreviventes apontaram Samuca como um dos autores dos tiros. ´. 

Os elementos colhidos nos autos, apontam como motivação, o fato destes indivíduos terem migrado da facção criminosa C.V. (Comando Vermelho) para a A.D.A.(Amigo dos Amigos) e como prova de fidelidade, teriam que eliminar antigos aliados. 

Em 4 de fevereiro de 2020, por volta das 17h30min., na Rua 34, altura do número 86, bairro Parque Aeroporto, nesta Comarca, o grupo de Samuca abordou um jovem quando chegava em sua residência por um elemento, que questionou onde ficava o movimento de venda de drogas no bairro, tendo a vítima respondido que devia ser na praça.

Em seguida, quando se dirigia à padaria, esse mesmo elemento teria pedido para que a vítima levasse ele e outros homens que estavam dentro de um veículo HB20, cor metálica, tipo champagne, hatch, até a boca, lhe mostraram uma pistola e foi puxado e empurrado para dentro do veículo, onde estavam mais quatro elementos, além do que estava do lado de fora.

Relatou a vítima que começou a se debater e lutar; que o elemento que o abordou na rua entrou no carro, no banco da frente, no carona; que durante a luta com os elementos as portas do carro se abriram e a vítima conseguiu sair e correr para o quintal de sua casa; que ouviu muitos tiros e foi atingido por quatro deles, que seu primo que estava dentro de casa também foi alvejado.

Que a vítima reconheceu os denunciados como dois dos participantes da empreitada criminosa. Marcelo Lemos dos Nascimento, primo do rapaz e que também foi atingido pelos disparos, apesar de ser socorrido não resistiu ao ferimentos e veio a óbito no HPM.

Os bandidos teriam cometido o crime por um motivo torpe, consistente na rixa entre facções criminosas rivais, uma vez que os denunciados pertenceriam à ADA e a localidade onde ocorreram os crimes é dominada pelo CV.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Encontramos um bloqueador de anúncios em seu navegador. Desabilite-o para navegar