Casos de PolíciaComando VermelhoinvestigaçãoNotíciasOperação Policial

Conheça a cúpula do tráfico no Jacarezinho (CV)

A sangrenta operação policial ocorrida hoje no Jacarezinho tinha seus alvos principais, que passaram batidos.

Adriano de Souza Freitas, o Chico Bento, é apontado como o líder do tráfico na comunidade.

Ele ostenta nove anotações em seu relatório de vida pregressa de fls. inclusive por tráfico e associação para o tráfico, além de outros crimes graves como roubos e outros homicídios consumados e tentados. 
Responde por outros dois processos por homicídios consumados e tentados contra policiais militares, bem como por tráfico e associação para o tráfico de drogas, 

No ano passado, foi acusado de  ter ordenado a execução de um homem que prestava serviços a ele, como transportador de drogas para outras comunidades vizinhas, por vingança. 

Isto porque, uma semana antes do crime, durante uma abordagem policial, a vítima teria perdido seu telefone celular e uma carga de drogas para policiais corruptos, que passaram a extorquir dinheiro dos traficantes locais. Após esse episódio, a vítima passou a ser vista como ´X9´ do grupo criminoso, por este motivo a teriam executado e ocultado seu corpo, lançando-o em um bueiro instalado na Avenida Dom Helder Câmara, em Del Castilho.

Chico Bento preso em abril de 2016, por policiais do Batalhão de Choque, em operação na comunidade do Jacarezinho, Zona Norte. Preso, ficou à disposição da Justiça para cumprir sua pena. Após ganhar o beneficio do regime semiaberto, saiu do Instituto Penal Edgard Costa, no dia 23/03/2018, e não mais retornou a sua unidade prisional, e está na condição de Evadido do Sistema Penitenciário.

Felipe Ferreira Manoel, o Fred, divide o comando do tráfico com Chico Bento. Ano passado, foi acusado de ser um dos traficantes que contratavam funkeiros para promover bailes funk e fazer propaganda da facção criminosa Comando Vermelbo (CV).

Ele respondeu a processo em 2019 na qual se tinha, informações de que havia ordem das lideranças do tráfico do Jacareainho para matar os policiais que faziam o patrulhamento da comunidade.

Segundo relato da vítima sobrevivente e dos policiais presentes no dia, os traficantes locais teriam realizado uma emboscada no ´beco da padaria´ e na Rua Darci Vargas, surpreendendo as guarnições policiais que ali faziam o patrulhamento, sem tempo sequer para se abrigarem dos diversos disparos de arma de fogo desferidos em suas direções, tendo dois policiais saído feridos, certo que um veio a óbito

Fred foi preso, em 2014, por agentes do Bope (Batalhão de Operações Especiais), COE (Comando de Operações Especiais), BAC (Batalhão de Ação com Cães) e Batalhão de Choque que faziam operações na área com objetivo de reprimir o tráfico de drogas. Ele também está na condição de Evadido desde 31/12/2017, quando recebeu o beneficio de Indulto de Natal, do Instituto Penal Edgard Costa, e não mais retornou a sua unidade prisional.

Fred e Chico Bento são suspeitos de  de envolvimento na morte do soldado da Polícia Militar do Rio de Janeiro Michel de Lima Galvão, de 32 anos, no Jacarezinho, em 2017. Ele morreu após ter sido atingido por um tiro durante um tiroteio na comunidade, na Zona Norte do Rio. Outro militar também ficou ferido na ação.

Outro bandido que participa da cúpula é Paulo Henrique Godinho dos Santos, o PH, que chegou a ser responsável uma época pelo contato da quadrilha com os fornecedores de drogas no Paraguai e da Bolívia.


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo