Casos de PolíciaDenunciahomicídioinvestigação

Corpos carbonizados achados em SG podem ser de militares desaparecidos desde domingo

Policiais civis da Divisão Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) investigam se os dois corpos encontrados carbonizados no interior de um veículo, na manhã da última segunda-feira (13), no Pacheco, em São Gonçalo, são de militares do Exército Brasileiro, que estão desaparecidos desde a noite deste domingo (12).

De acordo com informações preliminares, os dois militares, identificados como Victor Hugo Pedrosa Xavier e Daniel Ferreira de Azevedo, que seriam soldados lotados, respectivamente, no 21º Grupo de Artilharia em Campanha (GAC) e na Fortaleza de Santa Cruz da Barra, ambos em Jurujuba, em Niterói, teriam assistido a final entre Flamengo e Fluminense em uma movimentada casa de festa no Mutondo e, em seguida, seguiram em direção a um bar localizado no Raul Veiga, onde teriam conhecido duas meninas. Ainda segundo testemunhas, a dupla teria ido levar as mulheres em casa, em bairro não revelado, e teriam sido pegos por traficantes.

De acordo com informações da PM, o veículo em que estavam os dois, modelo Chevrolet Corsa Classic, é de propriedade do pai de um dos militares. Os dois soldados seriam moradores dos bairros Anaia Pequeno e Almerinda, ambos em São Gonçalo.

Recordando – Os dois corpos foram encontrados carbonizados dentro de um carro incendiado na Rua Francisco José da Silva, no Pacheco, em São Gonçalo, nessa segunda-feira (13). Segundo moradores da região, o carro teria sido deixado no local por volta das 3h da madrugada. Um corpo se encontrava no porta-malas, já o outro no banco traseiro.

O caso, que está em andamento, está sob investigação da Delegacia de Homicídios de São Gonçalo, Niterói e Itaboraí (DHNISG), que realizou a perícia no local.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo