apreensãoCasos de PolíciaDenunciainvestigaçãoNotíciasOperação PolicialPrisão

Dentista criou passagem secreta em clínica clandestina para facilitar o acesso de traficantes da Para-Pedro (TCP) para tratamento

Na data de hoje, 20/09/2022, policiais da Delegacia Especial de Crimes contra o Consumidor – DECON, em ação conjunta com o Conselho Regional de Odontologia – CRO e da Vigilância Sanitária Municipal – IvisaRio, diligenciaram até a Estrada do Colégio, onde receberam uma denúncia que no local havia uma clínica odontológica clandestina funcionando em área próxima a Comunidade do Para-Pedro, no bairro Colégio.

Chegando no local, os policiais foram surpreendidos com a ação do responsável pelo estabelecimento, tendo empreendido fuga pelos fundos e entrado em um armário localizado dentro do consultório.

Os policiais verificaram que dentro do armário havia uma outra porta que dava acesso a um beco que permitia adentrar a comunidade.

Ao ser questionado sobre a passagem secreta localizada no consultório, o dentista informou que tratava-se de uma obra para facilitar a entrada e saída de traficantes da comunidade Para-Pedro para tratamentos dentários e assim não circularem pela via principal e evitar possíveis abordagens policiais.

Os fiscais da iVISA e do CRO confirmaram a denúncia de clandestinidade da clínica, não sendo apresentado nenhum documento que permitisse seu funcionamento, além de encontrarem todos os instrumentos a serem utilizados sem esterilização, afetando a qualidade do serviço prestado aos pacientes. Os policiais em diligências próximas encontraram o responsável pelo local e o capturaram, retornando para a clínica, tendo este informado aos agentes que estava trabalhando no local há 04 meses, mas conseguiu sua habilitação junto ao CRO há apenas 01 (uma) semana.

Ao ser questionado sobre a passagem secreta localizada no consultório, o dentista informou que tratava-se de uma obra para facilitar a entrada e saída de traficantes da comunidade Parapedro para tratamentos dentários e assim não circularem pela via principal e evitar possíveis abordagens policiais.

O estabelecimento foi interditado pela Vigilância Sanitária e o dentista preso por crimes contra as relações de consumo e saúde pública e após a lavratura do flagrante, seguirá para audiência de custódia.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo