Casos de PolíciaDenunciahomicídiosinvestigação

Depois de quase cinco anos do crime, traficantes do Complexo do Alemão (CV) passaram a responder por homicídios de dois jovens

Depois de quase cinco anos, traficantes do Complexo do Alemão finalmente foram denunciados pelo homicídio de dois jovens ocorrido em 2016. São acusados Fábio Brum Camargo, o Carão, ex-chefe do Morro do Adeus, em Bonsucesso, e Iago Vitalina de Santana, vulgos Macado, HG ou Esquilinho. Eles tiveram a prisão preventiva decretada no último dia 8.

Consta dos autos que no dia 18 de dezembro de 2016, no interior da residência localizada na Rua Adolfo Manes, nº 85, Complexo do Alemão, os acusados, o um adolescente, terceiro já falecido (Adhemar Machado de Azevedo) e outros dois indivíduos não identificados, desferiram diversos disparos de arma de fogo contra as vítimas Dara Freitas dos Santos e Lucas Santana Gomes, vulgo ´Come Gato´, as quais sofreram ferimentos que causaram suas mortes, em razão da vítima Lucas integrar organização criminosa rival, e da vítima Dara o estar abrigando em sua residência..
 
Fábio, na companhia de Adhemar e um dos comparsas não identificados, todos armados e integrantes da organização criminosa Comando Vermelho estabelecida na Comunidade da Fazendinha, invadiram a residência da vítima Dara para acorda-la, tendo rendido seus pais e seu irmão, afirmando que procuravam a vítima Lucas Santana. 
Logo após, adentraram no quarto em que as vítimas Lucas e Dara dormiam e efetuaram os disparos de arma de fogo.

A denúncia descreve que o adolescente encontrava-se armado e ficou do lado de fora da residência dando cobertura para a ação criminosa, assim como um veículo com um comparsa não identificado que tinha o acusado Iago, também armado, no banco do carona. 

Ressalte-se que o veículo foi utilizado para a fuga dos acusados Fabio e Iago após efetuarem os disparos de arma de fogo. Os familiares das vítimas fatais reconheceram os acusados em sede policial, destacando-se o depoimento prestado pela testemunha rmã da vítima Dara, que afirmou que foi o ´Carão´ quem deu o tiro no Lucas. Reconheceu também Iago Vitalina de Santana como quem atirou em Dara, bem como Diego da Conceição e Carlos Henrique Amaral de Souza, como componentes do ´Bonde de Carão´. 

Confirmou que no dia dos fatos o acusado ´Carão´ veio atrás da vítima Lucas. Afirmou que dois dias depois dos fatos o ´Bonde do Carão´, todos armados, liderado pelo próprio ´Carão´ (Fábio), voltaram ao local dos fatos e deu ordens para que as irmãs da vítima Dara, as testemunhas Andressa Freitas dos Santos e Ana Claudia Soares dos Santos, juntamente com seus familiares, deixassem suas casas e não voltassem mais para a comunidade. Por fim informou que todos os familiares deixaram a residência após as ordens recebidas pelo ´Bonde de Carão

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo