Amigo dos AmigosCasos de PolíciaDenunciaGuerra entre facçõesOperação Policial

Documento de inteligência do MP diz que área onde equipe do governador foi atacada há frequentes confrontos com agentes públicos e atentados à bases policiais. Região é um dos berços da ADA

 A comunidade onde a comitiva do governador Cláudio Castro foi atacada a tiros nesta quarta-feira é dominada pela facção criminosa Amigos dos Amigos (ADA).


Um documento elaborado pela Coordenadoria de Inteligência do MP apontou que a área sofre influência de um traficante conhecido como Teco.

Menciona-se no relatório que ele ainda exerce liderança no tráfico de drogas, em redutos do município de Macaé, nas comunidades Fronteira, Nova Brasília e Nova Holanda. 


Além disso, os dados de inteligência apontam que mesmo estando acautelado, diversas ocorrências continuam sendo registradas na área onde ele exerce controle e liderança, com frequentes confrontos entre traficantes e policiais, ataques à bases policiais e tráfico de drogas.

Em janeiro, por exemplo, um suspeito morreu e dois ficaram feridos em confronto entre PMs e traficantes. Dois fuzis foram apreendidos. Em novembro, um jogo no estádio da cidade, o Moacyrzão, precisou ser suspenso por causa de um confronto na favela.


Há uma grande rivalidade entre a Nova Holanda e o bairro do Lagomar, dominado pelo Comando Vermelho, com constantes confrontos entre as quadrilhas rivais.   

Nos últimos anos, as informações de inteligência policial noticiaram a existência de mais de 20 fuzis nos bairros Nova Holanda e Malvinas, que formam um complexo de favelas, além de metralhadoras de grosso calibre. 

Sublinhe-se que Macaé é o berço da A.D.A por ser cidade natal do famoso traficante Rogério Rios Mosqueira, vulgo Roupinol.

Em 2018, foram apreendidos seis fuzis na Nova Holanda e preso um dos líderes do bando, Alcione Silveira de Souza, vulgo Baixinho, que foi morto dentro do complexo prisional de Bangu no ano passado. 

Investigações já apontaram ramificações do tráfico da Nova Holanda com as cidades vizinhas de Rio das Ostras, Casimiro de Abreu e Quissamã.

Veja vídeo de um tiroteio na comunidade

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo