Casos de PolíciaComando VermelhoOperação PolicialPrisão

DRFC prendeu um dos líderes do CV em Caxias junto a outros dois bandidos perigosos

Policiais civis da DRFC (Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas) estavam em ronda para coibir o roubo de cargas em Duque de Caxias em uma das localidades conhecida por roubos e transbordos e prenderam criminosos de altíssima periculosidade.

Ao trafegar pela Av. Presidente Eisenhower depararam-se com três indivíduos embarcados em uma motocicleta Honda/XRE, sendo que um deles portava uma arma longa, momento em que foi dada ordem de parada e desembarque do referido auto.

Kleberton , vulgo “Pardal”, condutor da moto, portava um simulacro de pistola em sua cintura;

Beatriz , vulgo “Bombom” estava no meio da garupa, portando uma bolsa com radiotransmissor;

Geovanny , vulgo “Maltrata” ou “Facebook”, soldado do tráfico da Comunidade da Rasta em Duque de Caxias portava um fuzil de precisão alemão Mauser (utilizado por snipers) calibre 7.62 com cinco munições para pronto emprego;

Após pesquisas do setor de inteligência, constatou-se que Geovanny é homem que exerce papel elevado na hierarquia da facção criminosa Comando Vermelho, sendo um dos chefes do tráfico da comunidade Rasta, juntamente com Taz, foragido da justiça.

Em consulta na base de dados, apurou-se que a moto utilizada pelos indivíduos, Honda/XRE, cor prata, placa GJW-8D59 consta como sendo produto de roubo.

Com a prisão de hoje, a polícia acredita que haverá uma redução ainda maior no roubo de cargas da região e no Estado do Rio de Janeiro.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo