Casos de Políciahomicídioinvestigaçãomilícia

Ecko é suspeito de mandar matar homem só porque ele passou em concurso para a PM

A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) concluiu o inquérito que investiga o homicídio de Edson Felipe Borges Cardoso, em novembro de 2017. A unidade indiciou e representou pela prisão preventiva de Wellington da Silva Braga, o Ecko, e Cristiano Lima de Oliveira, o Jiraya. Os dois são apontados como chefes de uma milícia que atua no estado do Rio de Janeiro.

De acordo com a DHC, o crime aconteceu em um bar no bairro de Paciência, na Zona Oeste. As investigações apontam que a vítima tinha sido aprovada em um concurso para a Polícia Militar, provável motivação do crime.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo