Casos de PolíciaComando Vermelhoinvestigação

Em cartas, Elias Maluco escreveu que não tinha mais vontade de viver, conta delegado da PF

O delegado da Polícia Federal Daniel Martarelli da Costa afirmou que a morte de Elias Pereira da Silva, de 54 anos, a princípio, é tratado como um “suicídio clássico”.

Condenado por tráfico, Elias Maluco foi encontrado morto na terça-feira (22) na Penitenciária Federal de Catanduvas no Paraná.

“Nas cartas, ele não relatou o motivo do ato, mas diz, basicamente, que não tinha mais vontade de viver e pediu perdão à família, dizendo que não era um ato de covardia, mas, sim, de coragem, que ele se sentia pronto para aquilo”, disse o delegado. “

Eu não posso afirmar, obviamente vai ter um laudo pericial para isso, mas pelos indícios, tudo indica para um suicídio clássico”, completou.

Na Penitenciária Federal de Catanduvas, as celas são individuais.”

Enquanto isso, no Rio, continuam as homenagens de comparsas ao traficante. No Morro do Castelar, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, o chefão de vulgo Piranha mandou estender uma faixa de luto na Rua Professor Antônio Martins.

Fonte: Gazeta do Povo (PR)

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo