Casos de PolíciaComando Vermelhomilícia

Em São Pedro da Aldeia, milícia cobra taxa para o tráfico funcionar

Em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, uma milícia cobra taxas para permitir o pleno funcionamento do tráfico de drogas no município e pratica diversos esbulhos possessórios (invasão de terrenos para adquirir posse).

Os paramilitares eventualmente se apropriavam de substâncias entorpecentes de traficantes para revenda direta, praticavam extorsão e extorsão mediante sequestro, realizavam coação no curso de processo e ainda executavam homicídios.  

Os milicianos atuariam nas localidades de Porto da Aldeia, Baleia, Poço Fundo, Estação e Rua do Fogo.

Há informações também que era exigida vantagem financeira de motoristas que faziam transporte irregular de passageiros.  

 Uma interceptação telefônica revela que a mulher de um miliciano preso sugeriu subornar um juiz ou desembargador para providenciar a soltura.   

Na investigação, são citados ao menos dez homicídios cometidos pela quadrilha, entre eles Alcimar Pereira dos Santos, o Bambu, Sandro Rodrigues de Azevedo, vulgo Sandrinho, e Erick Pinheiro Matos, que pertenciam ao bando e foram assassinados.  

O tráfico tem atuação da facção criminosa Comando Vermelho (CV) sendo que integrantes da organização mantém contatos com milicianos para delimitar ao certo a atuação de cada quadrilha.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo