Casos de Polícia

‘Eu me desesperei e achei que tinha caído meu rosto’, diz vítima de ataque com líquido ácido em Porto Alegre

Uma das vítimas atacadas por um homem que jogou um líquido semelhante a ácido teve queimaduras de segundo grau no rosto e em partes do braço.

Bruna Machado Maia, de 27 anos, caminhava próximo de casa, na Rua Santa Flora, no bairro Nonoai, em Porto Alegre, na noite de quarta-feira (19), quando o homem se aproximou numa bicicleta.

“Quando eu olhei meu casaco eu me desesperei, já achei que tinha caído meu rosto, já tinha me queimado, feito buraco”.

No reflexo eu botei a mão e consegui proteger só meu olho, mas o rosto em si, pegou”.

Cinco ocorrências por lesão corporal foram registradas por quatro mulheres e um homem até o fim da tarde desta sexta-feira (21).

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo