apreensãoCasos de PolíciamilíciaOperação PolicialPrisão

Ex-militar suspeito de ligação com Ecko preso com arma da polícia de Miami diz que é peixeiro e acaba solto pela Justiça

A Justiça mandou soltar um ex-militar suspeito de pertencer à milícia que foi preso essa semana com uma pistola com o brasão da polícia de Miami, nos Estados Unidos.

De acordo com investigações da Polícia Civil, ele era ligado ao tráfico de drogas no Guandu, em Japeri, também na Baixada, mas teria sido arregimentado pela quadrilha de Wellington Silva Braga, o Ecko, para formar uma milícia em São João de Meriti. Havia uma denúncia de que ele possuía armas importadas que seriam usadas por uma narcomilícia que ata na Baixada Fluminense

Para soltá-lo, a Justiça alegou que ele o custodiado exerce atividade licita e forma (disse que era pexieiro e ganhava R$ 1.400), circunstância rara nesse contexto de rara econômica e a possibilidade dele manter-se produtivo, no mercado de trabalho, gerando renda e contribuindo para a circulação da economia, certamente será de maior proveito à sociedade do que encarcerado.

Além disso, argumentou que que este é primário, não ostentando nenhuma anotação criminal e a conduta a ele imputada não se caracteriza por violência e grave ameaça á pessoa, o que demonstra a desnecessidade da conversão da prisão em flagrante do custodiado em prisão preventiva.  

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo