Casos de PolíciainvestigaçãoOperação Policial

Ex-seguranças de Rogério Andrade, entre eles um PM, são investigados por envolvimento na morte do filho do ex-patrão




A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (DRACO) e a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) realizam uma operação, nesta quinta-feira (17/12), para cumprir quatro mandados de busca e apreensão contra um ex-policial militar, um ex-bombeiro, um policial militar da ativa e mais um suspeito, ex-seguranças do contraventor Rogério Andrade.

De acordo com as investigações, os militares são apontados como responsáveis pela emboscada e atentado que acabou na morte do filho do contraventor, Diogo Andrade, à época com 17 anos.

A Corregedoria da Polícia Militar também participa da ação. As equipes realizam diligências no Recreio dos Bandeirantes, Vila Valqueire, Realengo, na Zona Oeste da capital, e Iguaba Grande, na Região dos Lagos.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo