Filho de Marreta (CV) era linha de frente no Jorge Turco (hoje TCP) e tentou ganhar liberdade

Filho do traficante Luiz Cláudio Machado, o Marreta, um dos principais líderes do Comando Vermelho (CV) e preso há vários anos, Rubens Josué Werneck Machado era linha de frente no Morro Jorge Turco, em Rocha Miranda, na Zona Norte do Rio, quando a comunidade era controlada pela facção e seu pai. Hoje, está com o Terceiro Comando Puro (TCP).

Segundo relatório da Justiça, detalhada investigação acerca de organização criminosa apurou que Rubens era um dos líderes da facção chefiada por seu pai e integrada por pelo menos outros 17 suspeitos também detidos.

O filho de Marreta ficou preso em penitenciária federal entre os anos de 2009 a 2018 e tentou ser posto em liberdade recentemente.

Sua defesa alega que, quando esteve fora do Estado, manteve conduta disciplinar impoluta e demonstrando estar distante de qualquer envolvimento com o crime. Os advogados querem a concessão da liminar para que seja revogada a prisão preventiva para que o cliente, seja posto em liberdade. A Justiça, no entanto, negou o recurso.

Há um processo que tramita na 2ª Vara Criminal de Madureira desde 2019 contra Marreta, o filho e outros 16 réus. As investigações foram com base em interceptações telefônicas. Ainda não foi disponibilizado o conteúdo das condutas da quadrilha.

Segundo a Justiça, a comunidade está sempre em guerra, em uma disputa entre o CV e o TCP.

As informações sobre o caso do filho de Marreta podem ser acessadas neste link http://www1.tjrj.jus.br/gedcacheweb/default.aspx?UZIP=1&GEDID=000451647F857AA3757435B744D618E7DE6CC50C16424D13&USER=