Casos de PolíciaGuerra entre facçõeshomicídiosmilícia

GUERRA SANGRENTA: Desde a morte de Ecko, foram vários assassinatos por causa da disputa entre as milícias. Veja cronologia com alguns dos crimes

Desde a morte de Wellington da Silva Braga, o Ecko, em 12 de junho, ocorreram diversos assassinatos relacionados a milícia na Zona Oeste e Baixada Fluminense. Alguns corpos nem apareceram.


Os mortos foram vítimas de guerras entre Luís Antônio da SIlva Braga, o Zinho e Danilo Dias Lima, o Tandera, ou de conflitos internos dentro das próprias quadrilhas. Houve também acertos de contas entre outros grupos.


Confira o que saiu na imprensa


Em junho, logo após a morte de Ecko, foram mortos os  milicianos Denílson da Casinhas e PTK, cujos corpos nem  apareceram


21 de junho – Morto Marcelo da Moto


23 de junho – Ex-policial civil conhecido como Santinho foi executado em Campo Grande


26 de junho – PM suspeito de ligação com milícia morto em Campo Grande

29 de junho – Uma guerra entre milicianos no Recreio terminou com pelo menos três mortos

6 de julho – Três milicianos do bando de Tandera foram mortos em Nova Iguaçu

14 de julho – Miliciano Grande foi morto na Gardênia Azul. Em Mangaratiba, foi morto Valmir do Catiri


5 de agosto – Foi morto o miliciano Caco, que era da Curicica, em Jacarepaguá


6 de agosto – Japão da Covanca foi morto

6 de agosto – Fábio Gordo foi assassinado em Cosmos. Ele era remanescente do grupo de Jerominho e Natalino


25 de agosto – Homem assassinado no Anil, em Jacarepaguá

3 de setembro – Léo Milícia foi sequestrado em Jacarepaguâ e até hoje não.acharam o corpo


7 de setembro – Homem morto em confronto entre milicianos na Gardênia Azul.Bando de Zinho matou responsâvel por vaquejada de Tandera, em Nova Iguaçu


8 de setembro – três milicianos do grupo de Tandera foram mortos em Nova Iguaçu e Santa Cruz. Dois caíram no Jesuítas, entre eles de vulgo Fuzil Rosa e um era o chefe da comunidade do Braga, em Nova Iguaçu


11 de setembro – Membro do grupo de Tandera é morto no Jesuítas


15 de setembro – dois milicianos do bando de Tandera foram mortos em Nova Iguaçu em ataque da quadrilha de Zinho.

16 de setembro- No dia que Tandera mandou incendiar vans, dois homens foram mortos em diferentes pontos de Santa Cruz

2 de outubro – um homem foi morto em Campo Grande e levaram o corpo


8 de outubro – Miliciano Gordinho foi morto em Campo Grande


9 de outubro – Miliciano Pastor ou Mineiro foi assassinado em Campo Grande


21 de outubro – Frente do Nova Sepetiba foi morto

26 de outubro – miliciano morto em guerra na Santa Maria, em Jacarepaguá. Miliciano Jota que era frente em.Guaratiba e seu segurança foram executados em um tribunal em Santa Cruz


27 de outubro – Ligados à milícia, Gabriel e Moranguinho foram mortos em Campo Grande


4 de dezembro – Caixote do Barbante foi morto em Campo Grande


8 de dezembro – Dois mortos em Seropédica, responsável por cestas básicas fornecidas pela milícia


10 de dezembro – Marcelo Negão e segurança foram mortos em Santa Cruz

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo