Casos de PolíciaDenunciahomicídioinvestigaçãoPrisão

Homem acusado de pedir ao tráfico para matar namorado da filha devido à cor da pele vai a júri popular

Raimundo Nonato Ferreira Neves acusado de pedir a traficantes em Duque de Caxias que matasse o namorado de sua filha por ele ser negro vai a júri popular.  Ele está preso desde 2018.

No dia 18 de abril de 2018, em horário que não se pode precisar, entre 15h e 20h, na Rua Ituerava, Parque Império, Duque de Caxias, a pedido de Raimundo e a mando de uma traficante, terceiras pessoas não identificadas, efetuaram disparos de arma de fogo contra Emanuel de Oliveira Reis, causando as lesões que provocaram sua morte.

Emanuel  mantinha um relacionamento amoroso com a filha de Raimundo que se opunha à relação, alegando não gostar de seu genro por ele ser negro.

Raimundo compareceu à ´boca de fumo´ da qual uma mulher chamada Andrea era a chefe é chefe, imputando à vítima uma agressão física e pedindo que este fosse punido com a morte pelo dito ´tribunal do tráfico´. (…) 

No dia dos fatos, Emanuel estava na residência de sua namorada, quando o acusado chegou acompanhado de traficantes, que, empunhando armas de fogo, levaram o rapaz até a Rua Ituerava, Parque Império, Duque de Caxias, local onde foi executado.

 Emanuel teve suas mãos e pescoço amarrados com fios, a fim de limitar seus movimentos e evitar sua fuga e, sendo subjugado desta forma, foi executada por disparos de arma de fogo (…).

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo