Casos de PolíciaDenunciamilícia

Integrante da milícia suspeita de matar cinco jovens em Maricá foi condenado

Um homem acusado de integrar uma milícia que agia nas localidades de Inoã e Itaipuaçu, que ficam no município de Maricá, foi condenado em setembro.

O processo é de 2017 e tramitou em segredo de Justiça. O sentenciado, Francisco Ribeiro Soares Júnior, o Chicão, pegou quatro anos e seis meses de prisão.

Segundo os autos, o grupo atuava com extrema violência contra moradores e comerciantes, impondo a lei do silêncio e do medo dentro das comunidades.

Praticava supostamente homicídios, extorsão, corrupção ativa de policiais,
agiotagem, furto de sinal de TV e internet e constrangimento ilegal.

O alto grau de letalidade dessa milícia revelou-se com o
assassinato de cinco jovens no Condomínio Minha Casa Minha Vida em
Maricá, no dia 25/03/2018, local em que a milícia exercia o controle.

Chicão, segundo denúncia do Ministério Público Estadual, era suspeito de cobrar taxa de segurança de comerciantes, negociar armas de fogo e praticar homicídios e agiotagem.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo