Casos de PolíciaComando VermelhoDenuncia

Jhony Bravo e Bambu foram reconhecidos por PMs em ataque mas Justiça negou prisão

Os dois chefes do tráfico na Rocinha, Jonh Wallace da Silva Viana, o Jhony Bravo, e Leandro Pereira da Rocha, o Bambu, foram reconhecidos por fotogafia por dois policiais militares como sendo os autores de disparos de armas de fogo que sofreram no ano passado.

A Justiça, entretanto, negou o pedido de prisão preventiva contra os dois e se utilizou do seguinte argumento:

“Embora tal circunstância constitua indício suficiente de autoria para o recebimento da peça vestibular, ao meu ver, não o é para dar base a uma decretação de prisão preventiva, até porque a prática demonstra que esse tipo de reconhecimento muitas das vezes leva a equívocos”

Os dois foram denunciados e respondem a processo na 30ª Vara Criminal do TJ-RJ por disparo de arma de fogo.

Mostrar mais

PUBLICIDADE

Aguarde 10 segundos e clique em fechar publicidade para visualizar a notícia.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Encontramos um bloqueador de anúncios em seu navegador. Desabilite-o para navegar