Casos de PolíciaComando VermelhoinvestigaçãomilíciaPrisão

Jurado de morte em Itaboraí, miliciano se arriscou ainda mais ao se esconder em comunidade dominada pelo CV em São Gonçalo. Foi preso e condenado

Um racha que teria acontecido na milícia de Itaboraí há quase dois anos fez um dos integrantes da quadrilha passar a ser ameaçado de morte e se refugiar na casa de parentes de uma favela dominada pelo Comando Vermelho em São Gonçalo. 

Ele fugiu da cidade e acabou preso armado na comunidade do Menino de Deus no dia 04 de julho de 2019 com uma pistola, calibre 9mm, marca Smith & Wesson, número de série 75226, com dois carregadores e 31 (trinta e uma) munições de igual calibre, além de 06 (seis) munições de calibre 12mm. 

Segundo os autos, ele fugiu de Itaboraí para não ser morto por uma parte da milícia e foi morar perto da casa dos pais. Era um dos elementos que matavam em Itaboraí.

Acabou condenado no ano passado a três anos de prisão pelo crime de porte ilegal de armas.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo