Casos de Políciahomicídioinvestigação

Justiça decretou a preventiva de quatro traficantes de Caxias acusados de matar irmão de PRF que era colecionador de armas (CAC)

A Justiça decretou este mês as prisões preventivas de quatro traficantes do Complexo da Mangueirinha, em Duque de Caxias, de vulgos Russão, Bokinha ou BK, Fiel e Bochecha Rosa.

Eles são acusados da morte de Átila dos Santos Flaneto. O crime teria ocorrido no dia 10 de abril de 2022,

Narra a denúncia que os criminosos atearam fogo contra a vítima, o que levou a óbito.

Átila era irmão de um policial rodoviário federal mas foi tratado como policial pelos criminosos.

Ele e a namorada participavam de uma festa que acontecia em uma das residências próximas à comunidade, localizada no Corte Oito.

A vítima era CAC (Colecionador, Atirador e Caçador) e portava uma arma de fogo no local. Segundo a nota da PRF, os criminosos chegaram até a festa e pediram para ele sair.

Houve troca de tiros com criminosos, mas Átila acabou cercado e sequestrado com a namorada, que foi liberada em seguida. Os traficantes chegaram até a vítima após serem alertados de que um suposto policial estava em uma festa na localidade.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo