Casos de PolíciaComando VermelhoinvestigaçãoOperação PolicialPrisãotráfico de drogas e armas

Justiça Federal do RJ condenou traficante paraguaio que vendeu armas para dupla fluminense

A Justiça Federal do Rio condenou a seis anos de prisão o traficante de armas paraguaio Pedro Cesar Prieto Galeano que fora preso pela na fronteira do Brasil com Paraguai em dezembro de 2020. 
Prieto é ligado ao Comando Vermelho. Ele havia sido extraditado para o Brasil.


Ele vendeu armas para dois brasileiros na localidade de Alto Paraná, no Paraguai, em 2019. Os compradores contrataram um motorista para transportar armas até Macaé, no Norte Fluminense, e pagaram R$ 10 mil pelo serviço. 


As armas (um fuzil AR-15, dois carregadores com capacidade para armazenar 30 projéteis e uma mira telescópia) foram apreendidas na Rodovia Presidente Dutra em 2019.

O traficante já foi funcionário da municipalidade paraguaia de Cidade del Este.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo