Casos de Políciacorrupção policialinvestigaçãoPMRJ

Justiça mandou soltar PMs suspeitos de receber propinas de traficantes em Nova Iguaçu mas os proibiu de trabalhar no policiamento de rua

A Justiça mandou soltar dois PMs suspeitos de receberem propinas de traficantes da localidade Parque da Biquinha, em Austin, Nova Iguaçu, mas ao mesmo tempo que suspendeu a função pública dos dois agentes. A decisão foi de abril. 


Até a sentença, não estão podendo ser escalados na atividade policial (atividade-fim), mas somente em serviços prestados exclusivamente nos ambientes internos da PMERJ. 

Os dois agentes estão cumprindo medidas cautelares. 


 a)Comparecimento mensal em juízo para informar e justificar suas atividades, c b)Proibição de manter contato, direta ou indiretamente, com as testemunhas e/ou qualquer pessoa relacionada aos fatos objeto do processoc)Proibição de ausentar-se da Comarca, bem como do paísd)Suspensão do porte de arma de fogo, devendo acautelar suas armas particulares e funcionais, que possam estar sob seus cuidados, nas RUMB da atual unidade em que estão lotados. 

  Segundo a denúncia que deflagra o processo de origem, lastreada em interceptações telefônicas autorizadas judicialmente, os pacientes supostamente receberam vantagens indevidas, conhecidas como ‘arregos’, a fim de não repreender as ações criminosas praticadas pela organização criminosa que comandava a localidade ‘Parque da Biquinha’, situada em Austin.   

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo