Casos de PolíciaComando VermelhoGuerra entre facçõesinvestigaçãomilíciaOperação PolicialPrisão

Maior milícia do RJ recruta integrantes do CV porque eles são ‘soldados bons de guerra para enfrentar a polícia’, disse delegado

A milícia que era comandada por Wellington da Silva Braga, o Ecko, e hoje é chefiada pelo seu irmão, Luís Antônio, o Zinho, recruta traficantes do Comando Vermelho, porque os seus integrantes são considerados pela milícia como “soldados bons de guerra para enfrentar a polícia”, além do conhecimento deles em regiões, como é o caso de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio para desenvolver sua atuação criminosa da quadrilha. 


O relato foi de um delegado à Justiça em um processo que terminou com a condenação de um ex-traficante de Antares que passou para o lado da milícia.


O  acusado, de vulgo Macha,  trabalhava  na contenção e como radinho e recebia  R$ 300,00 . Era um “folguista”, atuando na falta de algum outro membro da organização criminosa.


Os policiais que participaram da investigação revelaram ainda que atualmente os milicianos não estão usando mais armas de fogo durante a ronda e a contenção, pois não querem ter o prejuízo de perder as armas.


Segundo eles, que o fomento ao roubo de veículos praticado pela milícia é destinado ao uso dos próprios milicianos para praticar extorsões, ´bondes’ ou patrulhamento da área, mas na hora da cobrança sempre precisam andar armados. 


O preso relatou que, na época de Ecko, ele chegava aos locais escoltado por pelo menos oito viaturas. 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo