Baixada FluminenseCasos de PolíciaDenunciahomicídioinvestigaçãomilíciaNova IguaçuPrisão

Mantidas prisões de milicianos que executaram homem em Nova Iguaçu por não aceitar ordens da quadrilha

  A Justiça manteve a prisão preventiva de dois milicianos acusados de executar um homem que não queria obedecer as ordens da quadrilha.


O crime foi cometido no dia 08 de maio de 2021, por volta das 22h30, na Rua Campos Elíseos, nº 21, Rodilândia, Nova Iguaçu-RJ.


Um dos acusados, Tauã, junto com Caio, efetuou disparos de arma de fogo contra Alex Alencar de Araújo, que veio a óbito.


O crime foi perpetrado por motivo torpe, consistente em vingança abjeta arquitetada pelos denunciados, uma vez que a vítima não aceitava se submeter as normas impostas pela organização criminosa do tipo milícia que atuava na localidade. 


Alex não teve a mínima chance de defesa. Ele se encontrava no interior de seu carro quando foi surpreendido e alvejado.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo