Casos de PolíciaOperação Policial

Megaoperação mira mais de 40 traficantes envolvidos em homicídios na Baixada

A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) realiza, desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira, uma megaoperação contra traficantes de Duque de Caxias envolvidos em diversos homicídios.

Na Operação Madre II, como foi batizada, os policiais pretendem cumprir 44 mandados de prisão e 35 de busca e apreensão em comunidades do município da Baixada Fluminense e na Vila Cruzeiro, na Zona Norte da capital.

Dos mandados de prisão, 27 são de indiciados a partir do inquérito do assassinato do sargento da PM Douglas Fontes Caluetê, em 7 de junho de 2018, em Gramacho.

“São 27 mandados de prisão pela Madre II e os outros mandados por crimes pendentes que aproveitamos para tentar cumprir”, destaca o titular da DH, o delegado Daniel Rosa, reforçando que até o momento  não houve confronto.

A quadrilha é liderada por Fábio Pereira de Souza, conhecido como Fabinho, contra quem há um mandado de prisão em aberto por associação para o tráfico, e é considerado foragido da operação.

De acordo com as investigações, Fabinho é o responsável pelo abastecimento de drogas, armas e munições, enquanto Rex e Boca Rosa comandam as comunidades, controlando a distribuição do lucro obtido com as ações criminosas.

“Eles tinham uma atuação muito sanguinária, controlavam com rigor e duras penas aqueles moradores daquelas comunidades, implementando o terror, com base em ameaças com armas de fogo que tinham”, enfatiza Rosa.

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo