Casos de PolíciaDenunciainvestigaçãoPrimeiro Comando da CapitalTerceiro Comando Puro

Membro do PCC que está preso no RJ foi flagrado em escuta quando solto negociando a ida de drogas de Juiz de Fora para Três Rios com detento de Bangu. Veja trechos

Escutas telefônicas revelaram que um integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC) que tinha os vulgos de LO e Assassino e que comandava boca de fumo em Santa Cecília, em Juiz de Fora, negociou o envio de drogas para a cidade de Três Rios, no interior do Estado do RJ.


A interceptação flagrou LO conversando com um preso do Complexo Penitenciário de Bangu conhecido como Barto


BARTO – os amigo falou que tava precisando de um cara bom ai fora, os amigos tem uma caminhada em Três Rios

LO – Mas é o que esses amigos é o que é PCC, CV é o que?

BARTO – Então Ló, mano ta precisando de alguém ai fora ai pra ta fazendo um bonde daqui de Juiz de Fora pra três rios, entendeu? É coisa Simples, é coisa de chegar pegar a ideia aqui levar pra Três Rios, entregar a mulher em Três Rios e dali você vem embora, vem com o seu, se você quiser em dinheiro se quiser um pedaço de droga ai fica a teu critério.


LO – Então to precisando de uma mercadoria mesmo pra colocar lá em santa cecilia mano, o espaço, os moleque lá falou que fecha comigo, tá ligado? To precisando mesmo vai fortalecer e eu vou botar a boca pra gira la mano

A conversa faz parte da investigação da Polícia Federal sobre a presença do PCC no Estado do Rio de Janeiro e sua união com o Terceiro Comando Puro (TCP).l

LO compõe o setor de Geral da Rua – Sintonia RJ Atualmente encontra-se preso, em regime semiaberto, no Instituto Penal Edgar Costa, em Niterói, no estado do Rio de Janeiro, apesar de manter-se como célula ativa da PCC.

O investigado coloca-se sempre a disposição da facção para eventuais ações criminosas, além de interagir com outros integrantes e informar estar estabelecendo contatos na rua para colocar droga pra girar em bocas de fumo de Santa Cecília. A

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo