Menor que atirou em menino que morreu na Maré pode ter sido assassinado pelo tráfico (TCP)

A Delegacia de Homicídios da Capital está investigando se o menor de idade que atirou acidentalmente no menino de 11 anos que morreu nesta madrugada no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, tenha sido assassinado por traficantes.

O autor dos disparos tinha sido aliciado por traficantes recentemente.

 Kauã Vitor da Silva, de 11 anos, foi baleado na cabeça na madrugada desta quinta-feira na Vila dos Pinheiros. Morreu no Hospital Souza Aguiar, no Centro.

A polícia deverá indiciar o chefe do tráfico no local, Thiago da Silva Folly, o TH, pela morte de Kauã.

A Secretaria de Estado de Vitimados informa que ofereceu auxílio social e psicológico à família do menino morto. A equipe de Assistência Social da SEVIT prestou auxílio aos parentes no Instituto Médico Legal (IML) e vai acompanhar o caso.

Por Jornal Extra