Baixada FluminenseCasos de PolíciaComando VermelhoinvestigaçãomilíciaNova IguaçuOperação Policial

Milícia de Nova Iguaçu tinha ligação com Doca, chefão da Penha (CV)

A milícia que é alvo de operação das polícias Civil e Militar em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, teria ligação com o chefão do tráfico no Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio, Edgar Alves de Andrade, o Doca, do Comando Vermelho (CV).

A operação é desencadeada pela Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), por meio da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), em ação conjunta com a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO) e a Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM), realizou nesta terça-feira (08/09), uma operação para cumprir sete mandados de prisão e 43 de busca e apreensão contra integrantes da organização criminosa.. Três pessoas foram presas e armas e celulares apreendidos.

De acordo com o delegado, Moysés Santana, titular da DHBF, as investigações iniciaram em novembro de 2019 para apurar o homicídio de uma vítima carbonizada em Nova Iguaçu. No decorrer das investigações, foi verificado que os envolvidos no crime integravam uma organização criminosa e tinham como objetivo obter vantagem indevida, mediante a prática de homicídios, roubos, extorsões, associação para o tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Eles tinham como principais atividades a exploração de sinal clandestino de TV e Internet.

Ainda segundo o delegado, um dos criminosos, apontado como líder da quadrilha, tem envolvimento com a milícia e o tráfico de drogas. A apuração apontou que ele é ligado também ao miliciano Wellington da Silva Braga, o “Ecko”, aos milicianos que atuam em Jacarepaguá, e ao

As investigações apontam que o criminoso também tinha informações sobre pessoas que eventualmente teriam recebido altas quantias em dinheiro e planejava o roubo. Uma senhora que recebeu R$150 mil de um seguro de vida, era um dos alvos da quadrilha.

Mostrar mais

PUBLICIDADE

Aguarde 10 segundos e clique em fechar publicidade para visualizar a notícia.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Encontramos um bloqueador de anúncios em seu navegador. Desabilite-o para navegar