Casos de Políciainvestigaçãomilícia

Milícia torturou com pá, fios, cabo de enxada e roleta russa homem suspeito de roubo no Itanhangá

Um homem acusado de roubo foi capturado por milicianos da comunidade Vila da Paz, no Itanhangá, na Zona Oeste do Rio, e de lá torturado e baleado. Conseguiu sobreviver.

Consta dos autos que, no dia 01/04/2020, quatro paramilitares se dirigiram a residência de G.S.R acusando-o da autoria de um roubo na localidade do Itanhangá, sendo determinado que subisse na garupa de sua motocicleta e ficasse quieto sob pena de se ver alvejado por disparos de arma de fogo.

Conforme apurado no IP originário nº 016-03133/2020, a vítima foi levada para o interior da comunidade Vila da Paz, local em que foi agredida de forma violenta, com chute no rosto, agressões com uma pá, fios e cabo de uma enxada, além de praticarem atos conhecidos como ´roleta russa´.

A vítima reconheceu um dos acusados da ação criminosa em que foi torturado, baleado e deixado para morrer na Comunidade da Vila da Paz, tendo lhe agredido diversas vezes com um cabo de enxada, além de ter realizado a ´roleta russa´.

Não soube afirmar quem efetuou o disparo de arma de fogo que atingiu sua perna direita, uma vez que estava em fuga e o tiro o alvejou pelas costas.

Segundo investigações, o principal acusado do crime faz parte de um grupo criminoso local, conhecido como ´milícia´, que atua em crimes de extorsão contra moradores e comerciantes da Comunidade da Muzema e adjacências.

Mostrar mais

PUBLICIDADE

Aguarde 10 segundos e clique em fechar publicidade para visualizar a notícia.

10
Botão Voltar ao topo