Casos de Polícia

Milicianos da Praça Seca inventam boleto nas cobranças

Depois de expulsar grande parte do Comando Vermelho dentro da Praça Seca, na zona oeste, prometendo mais segurança na região, proibindo roubos na pista e vendas de drogas ao ar livre com cracolândias, agora começaram a mudar a forma de cobrar da comunidade.

Os Milicianos da Chacrinha montaram um esquema de cobrança sofisticado por ser falar em um grupo criminoso para-militar.

Agora a cobrança é por boleto bancário e são entregues nas casas dos moradores, com um valor anula de R$ 540,00, referente aos serviços de segurança (contra ou com), Caixa D’água e GatoNet da comunidade.

Para quem não consegue pagar o valor anual, eles dividem em parcelas de R$ 60,00.

Audácia é tão grande que, colocaram o beneficiário da contribuição com nome e e-mail.

Por enquanto saiu na imprensa que essa forma de cobrança esta acontecendo na Chacrinha, mas com certeza que essa forma de cobrar vai começar a ser feita nas comunidades retomadas das mãos do CV. Na Barão o bonde do Jamaica estava fazendo todas as cobranças conhecidas, e adicionaram um plus de vendas de drogas, sem alvoroço.

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo