Casos de PolíciaComando VermelhoinvestigaçãoNotíciastráfico de drogas e armas

Novo alvo da polícia do RJ, Abelha controlou o Turano e fornecia drogas para o Complexo do Salgueiro mesmo estando preso

Depois que foi solto por ordem do então secretário de Administração Penitenciária Raphael Montenegro mesmo tendo ainda um mandado de prisão pendente, o traficante Wilton Carlos Rabello Quintanilha, passou a ser um dos bandidos mais procurados do Rio de Janeiro e muito explorado pela mídia.

Recentemente, surgiram rumores de que ele estaria escondido no Complexo da Penha, teria envolvimento na morte do traficante Stala e estaria tendo influência na hierarquia do Alemão. 


Mas o que se sabe de concreto dele?

Um processo de 2017 revelou que Abelha  controlou durante muito tempo a quadrilha de traficantes que atua no Morro do Turano, no Rio Comprido, no município do Rio de Janeiro e também era um daqueles que fornecia drogas para o Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, tendo aparecido em anotações contábeis apreendidas em 2010 ou 2011.

‘Havia uma partida de dinheiro da organização criminosa para o ´Abelha´, ou a quadrilha deve essa quantia ao ´Abelha´, mas que havia um trânsito de dinheiro entre a quadrilha e o ´Abelha´ isso ficou claro; que tudo o que estava nessas anotações’, contou um policial em depoimento.

‘Abelha stava associado à organização criminosa do Complexo do Salgueiro, recebendo os lucros auferidos com a atividade espúria da venda de drogas, mesmo preso’, falou o mesmo agente. 

Ele era muito conhecido também como Abelha da Lapa. Seu filho foi preso no bairro boêmio em 2015 suspeito de tráfico. 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo