investigaçãoOperação PolicialPrisãotráfico de drogas e armas

Polícia investiga se apreensão de duas toneladas de maconha, 2.000 munições e sete fuzis no ano passado faz parte de um esquema bem maior de envio de drogas e armas para favelas do Rio. Foi pedida quebra de sigilo de telefone de preso

Procedimento investigatório (autuado sob o nº 960-00123/2021) está em andamento para identificar integrantes de quadrilha especializada na distribuição de drogas e armas para as comunidades cariocas.

Ele surgiu após a apreensão em setembro de 2021 na Avenida Brasil de 2000 munições, sete fuzis, cinco pistolas e duas toneladas de maconha, material que estava escondido em um caminhão que trazia carga de frango e seria levado para dois endereços: Praça da Bandeira e Senador Camará.


Na ocasião da apreensão do material, os policiais recolheram  o telefone celular do homem que trazia a carga e tentam a quebra de sigilo do aparelho. O processo tramita de forma sigilosa.


As armas, munições e drogas apreendidas em 2021 vieram de Cascavel, no Paraná e o suspeito preso por transportá-la disse que receberia R$ 25 mil pelo serviço. Ele foi condenado a 12 anos e seis meses de prisão.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo