Casos de Políciainvestigaçãomilícia

Parceiro de Orlando Curicica e chefe da milícia de Itaboraí, Renatinho Problema lavava dinheiro em cavalos. Foi condenado em dezembro

Parceiro de Orlando Curicica e um dos chefes da miícia de Itaboraí, Renato Nascimento dos Santos, o Renatinho Problema, lavava o dinheiro dos lucros obtidos com a atividade paramilitar em cavalos.

Ele tinha um sítio em Guapimirim, cidade onde foi preso em 2018. onde criava os animais. Também adestrava cachorros. Frequentava festas de cavalgadas.

No local, apareciam pessoas interessadas nos cavalos. Os anmais de já ganharam competições na região e Renato tinha projeto para exibí-los na feira agropecuária.

Um policial integrante da quadrilha de Itaboraí, conhecido como Fábio China, quem forneceu o endereço para a polícia prender Renatinho.

Por conta desta prisão, Renatinho foi condenado em dezembro a quatro anos e um mês de prisão. O crime seria porte ilegal de armas já que, no dia de sua captura, foram encontradas arma e munições.

O ex-PM Bruno Nascimento de Oliveira também foi preso na ocasião e condenado. Ele responde a outro processo apontado como integrante da milícia de Itaboraí. Dizia que adestrava os cavalos.

Mostrar mais

PUBLICIDADE

Aguarde 10 segundos e clique em fechar publicidade para visualizar a notícia.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Encontramos um bloqueador de anúncios em seu navegador. Desabilite-o para navegar