Casos de PolíciaGuerra entre facçõeshomicídiosOperação PolicialPrisão

‘Pedro Juan Caballero virou a nova Sinaloa’, diz governador paraguaio que teve filha assassinada na fronteira

A cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, que fica na fronteira com o Brasil, virou a nova Sinaloa, região do México onde está concentrado um dos mais poderosos cartéis do narcotráfico do mundo.


Quem afirmou isso foi o governador do departamento de Amambay, Ronald Acevedo,  que teve a filha morta na semana passada juntamente com outras três pessoas, entre elas mais duas jovens brasileiras. 


‘Pedro Juan virou mercado livre da droga e da morte’, disse ele à imprensa local.

A polícia paraguaia confirmou, que há mais vítimas feridas após o ataque que resultou na chacina. Essas pessoas atingidas estavam próximas ao local que foram efetuados os disparos e acabaram atingidas pelos tiros.


Por conta das sucessivas mortes na fronteira, os governos brasileiro e paraguaio firmaram um acordo de luta contra o crime organizado na região.


As mortes de quatro pessoas, segundo a investigação inicial, teria a ver com um acerto de contas entre traficantes. Seis suspeitos foram presos. 

O alvo seria o homem que morreu, conhecido como Bebeto., acusado pelo PCC de ser informante da polícia.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo