Peixão (TCP) é denunciado por mais um homicídio

A Justiça aceitou em 19 de maio mais uma denúncia de homicídio contra Álvaro Malaquias Santa Rosa, o Peixão, líder do tráfico nas comunidades da Cidade Alta, Parada de Lucas e Vigário Geral, na Zona Norte do Rio.

Segundo os autos, no dia 4 de novembro do ano passado, Moisés Severino da Silva, o Dino, a mando de Peixão e do comparsa Rodrigo Ribeiro da Silva, vulgo Mia, Geremias ou Rei do Fumo, invadiu a comunidade Cinco Bocas .

Armado, teria supostamente efetuado disparos de arma de fogo contra uma pessoa, que alvejada, caiu no solo.

O corpo da vítima foi arrastado por Dino e outro homem não identificado, jogado no porta malas de um carro, e não mais foi achado.

Dos autos de inquérito depreende-se que a prática do homicídio foi motivada por disputa de território entre grupos criminosos.

Foram decretadas as prisões preventivas de Peixão, Mia e de Dino pelo crime.

Já chega a oito o número de processos em que Peixão responde por assassinatos.

Processo No 0095787-53.2020.8.19.0001