Casos de PolíciainvestigaçãoNotíciasOperação PolicialPrisão

PF transferiu Faraó dos Bitcoins de Bangu 1 para Catanduvas (PR)

.

Na data de hoje, 25/01, a Polícia Federal operacionalizou a transferência de Giaidson Acácio dos Santos, o Faraó dos Bitcoins, principal investigado e, já denunciado, no âmbito da operação Kryptos para a Penitenciária Federal em Catanduvas, no Paraná, em cumprimento à decisão oriunda da 1ª Vara Especializada em Organizações Criminosas da Comarca da Capital/RJ.

A decisão da justiça atende a um pedido do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Estadual (GAECO/MPRJ), após operação deflagrada em dezembro do ano passado constatar que o preso recebia visitas não cadastradas e a suspeita de recebimento de aparelhos celulares nos presídios em que esteve custodiado no Rio de Janeiro. O preso foi transferido, nesta data, de Bangu 1, no Rio de Janeiro para o presídio federal, em Catanduvas, no Paraná.

A operação Kryptos foi deflagrada pela Superintendência da PF no Rio de Janeiro, em agosto de 2021, e foi responsável por umas das maiores apreensões de criptomoedas e valores, em espécie, somados, da Polícia Federal. Foram cerca de R$ 150 milhões em criptoativos e cerca de R$ 14 milhões de reais, em espécie, além de dezenas de veículos, relógios e joias de luxo.

Glaidson é acusado de ser mandante de homicídios e de tentativa de homicídios contra concorrentes.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo